Carregando

Texturômetro no Estudo do Fondant

Publicado em: 21/08/2020 Autor/fonte: Extralab
Texturômetro no Estudo do Fondant
Texturômetro no Estudo do Fondant

Objetivo: Comparação da aceitabilidade (firmeza) de quatro lotes fondant por penetração.

Equipamento: Texturômetro TA.XT Plus da Stable Micro Systems.

Acessório: Probe cilíndrico de 4 milímetros (código P/4), utilizando célula de carga 5 kg.

Teste de Preparação: Permita que a amostra se equilibre em uma temperatura controlada (por exemplo, 20° C) e, em seguida, retire do local de armazenamento imediatamente antes do ensaio. Posicione o recipiente da amostra abaixo do braço do texturômetro, de forma que ele fique centralmente sob o probe. Depois, calibre a altura do probe com o objetivo de otimizar o tempo de teste indo até o Software Exponent > TA > Calibrate > Calibrate Height (20mm) e ajuste a força de contato para 3g. Em seguida, inicie o teste.

Curvas típicas:

Texturômetro

A curva acima foi produzida a oram produzidas pelo Software Exponent (fornecido com o equipamento) ao receber os dados enviados pelo Texturômetro TA.XT Plus a partir das seguintes amostras fornecidas com os seguintes comentários sobre a qualidade: A – Inaceitável, B – Inaceitável, C – Inaceitável, D – Aceitável

Observações: Quando um gatilho superfície de 3g é atingido, o braço do texturômetro prossegue sua trajetória descendente fazendo com que o probe penetre a uma profundidade de 40 mm na amostra. Neste ponto (altura do pico 1 para os lotes A e B, pico altura 2 para os lotes C e D), a sonda retorna à sua posição original. A região do gráfico negativo, produzido no retorno do probe à sua posição original, é uma indicação da propriedade adesiva do fondant ou da resistência à remoção do probe. É bastante claro que os lotes A e B apresentam perfis de força completamente diferentes em comparação aos lotes C e D.

• O lote D apresenta um fondant considerado como aceitável em termos de firmeza, amostra cujo perfil de força indica a existência de uma crosta firme (mostrado como o pico 1) com uma camada interior mais suave. O pico 2 surge como resultado da penetração em uma maior profundidade dentro dessa camada mais suave.

• Lote C possui um perfil de força de caráter semelhante ao lote D, mas parece ser consideravelmente mais suave.

• Os lotes A e B são considerados inaceitáveis devido à sua natureza bastante viscosa e pegajosa. Uma crosta firme não ficou evidente em qualquer lote (um pico de comparação 1 não está presente), mas o lote A apresentou uma superfície elástica notável.

Notas:

    • Ao efetuar os testes, é possível penetrar no mesmo recipiente da amostra mais de uma vez, se necessário. No entanto, é preciso considerar as perfurações nas proximidades das perfurações dos próximos testes, ou seja, a penetração não deve ser realizada muito perto de penetrações prévias, assim como não é aconselhável realizar penetrações muito próximas às paredes laterais do recipiente, uma vez que a resistência é maior nessas áreas. Seria certamente preferível escolher uma posição de teste constante no interior do recipiente para cada amostra, uma vez que foram obtidas leituras ligeiramente diferentes ao penetrar perto da borda e ao penetrar no centro do recipiente.
    • Pode ser desejável aumentar a profundidade de penetração. Ao fazer isto, deve-se considerar o efeito de base do recipiente, isto é, a distância de penetração não deve exceder 75% da profundidade da amostra. Se esse limite for ultrapassado, haverá um aumento tanto da firmeza quanto da resistência dos valores de retirada do probe. Quaisquer valores obtidos são apenas relativos à distância que foi penetrada.
    • A armazenagem, a embalagem e a manipulação da amostra antes do ensaio são consideradas condições variáveis nas quais a amostra é testada. É importante identificar essas condições e mantê-las constantes ao relatar os resultados dos testes de firmeza para fins de comparação.

Para maiores informações sobre este teste ou sobre o Texturômetro TA.XT Plus, entre em contato com os engenheiros da Extralab Brasil por e-mail: contato@extralab.com.br ou telefone: 11 4524 2414.

Analisador de Volume Analisadores de Cor Analisadores de Textura Panificação & Confeitaria Cereais Latícinios Frutas & Vegetais Carnes & Ovos Massas & Grãos Snacks Petfood & Ração Animal Pó & Granulados Géis & Filmes Adesivos Cosméticos Médico & Farmacêutico Cabelo & Produtos Para o Cabelo Embalagens Materiais & Eletrônicos Analisadores de Viscosidade Analisadores Sensoriais
Últimos Posts
Posts Anteriores
  • Junho / 2022 - 5 posts
  • Abril / 2022 - 5 posts
  • Março / 2022 - 8 posts
  • Fevereiro / 2022 - 16 posts
  • Dezembro / 2021 - 1 post
  • Outubro / 2021 - 2 posts
  • Setembro / 2021 - 2 posts
  • Agosto / 2021 - 4 posts
  • Julho / 2021 - 3 posts
  • Junho / 2021 - 14 posts
  • Maio / 2021 - 4 posts
  • Abril / 2021 - 7 posts
  • Março / 2021 - 8 posts
  • Fevereiro / 2021 - 8 posts
  • Janeiro / 2021 - 8 posts
  • Dezembro / 2020 - 2 posts
  • Setembro / 2020 - 10 posts
  • Agosto / 2020 - 42 posts
  • Maio / 2020 - 5 posts
  • Abril / 2020 - 1 post
  • Março / 2020 - 3 posts

Contatos

contato@extralab.com.br

(11) 4524 2414

 

Horário

Segunda a Sexta

Das 09h00 às 17h00

Endereço

Rua Benjamin Constant, 501

Edifício Office Center

Itatiba - SP

Política de Privacidade